Páginas

domingo, fevereiro 27, 2011

O distino


Quando acordo sinto tudo distante,
e quando olho pra estante vejo seu
retrato corro do quarto para as lembranças
não me atormentarem,o porque você se foi.

Logo agora que preciso de você é difícil
compreender que cada um tem sua hora
ou que acidentes acontecem com quem se ama.

É difícil acordar e não te ver,não poder te sentir
não poder te tocar,mas eu sei que está em um lugar
melhor que aqui olhando para mim e vendo o quanto
sinto sua falta,mas não pense que sua ida me trouxe
só tristezas me ensinou a viver cada minuto a mas,
me ensinou que a paz que eu buscava em mim está.

Sei que tu é meu melhor presente e que nada vai
suprir sua falta mas sei que não posso me culpar
mesmo me sentindo culpado,mas nessas horas nada
e nem ninguém pode impedir,não existe super humano
nem super herói,só existe pessoas que lutam para viver
e dar vida pelos outros.

E as vezes o destino,é cruel não pensa e leva quem agente ama
mas as vezes a morte nos ensina a viver,sei que é difícil entender.